Sedevacantismo em Três Minutos

Compartilhar controvérsia

[O QUE É O SEDEVACANTISMO?]

O sedevacantismo é a posição dos católicos que recusam reconhecer Jorge Bergoglio como verdadeiro papa. Os sedevacantistas afirmam que a sede de Pedro está vacante em razão da apostasia da fé por parte da hierarquia oficial depois da promulgação, em 1965, dos documentos do Concílio Vaticano II.

O raciocínio sedevacantista é simples e os fatos sobre os quais ele ele baseia são empiricamente constatáveis.

Comparando os ensinamentos da Igreja antes e depois do Vaticano II, nós nos damos conta de que houve uma mudança substancial na doutrina. Mas a Igreja Católica não pode sofrer uma mudança substancial em sua doutrina, porque ela goza de especial assistência do Espírito Santo que a torna infalível em questões de fé e moral e, por conseguinte, indefectível, ou seja, a Igreja permanecerá a mesma em seus elementos essenciais até o fim do mundo. De fato, a infalibilidade e a indefectibilidade da Igreja Católica são verdades de fé, o que significa que se alguém nega estas suas prerrogativas, deixa, por este mesmo fato, de ser católico.

Portanto, a única conclusão possível é que a hierarquia responsável pela ruptura doutrinal do Concílio Vaticano II carece de toda autoridade eclesiástica. Aplicando este princípio ao Papa, isto simplesmente significa que não há Papa, ou seja, que a sede está vacante. Donde o termo “sedevacantismo”.

[POR QUE A SÉ FICOU VACANTE POR TANTO TEMPO?]

Muito embora o Concílio Vaticano II deu origem a uma nova religião, ele não fundou, juridicamente falando, uma nova Igreja. Assim, a faculdade de eleger um papa ainda se encontra entre os cardeais. A heresia que é um obstáculo à jurisdição, à autoridade eclesiástica, não é obstáculo ao poder de designação, que é uma faculdade humana. Visto que os cardeais responsáveis pela eleição do Papa também aderem aos ensinamentos do Vaticano II, a Sé de Roma continuará vacante até que esta situação mude, isto é, até a eleição de um candidato capaz de receber a autoridade papal. Para tanto, um ou mais cardeais devem voltar a fé de sempre. Hum… difícil! Mas lembremos que o que é impossível para os homens é fácil para Deus.

[POR QUE DEUS PERMITE TAL SITUAÇÃO?]

Aqui se aplica o princípio geral: Deus permite o mal para dele tirar um bem maior. A Sagrada Escritura fala de uma apostasia geral, da defecção do ocidente cristão que dará ocasião à conversão do povo judeu. Não esqueçamos que outrora a rejeição de Cristo pelos judeus foi ocasião para a conversão dos gentios.

Se você vê segundo os olhos da fé, viver nestes tempos é um privilégio para os verdadeiros católicos.

Se esta é a primeira vez que você ouve falar de sedevacantismo, não deixe de ler e pesquisar mais sobre o assunto. Como você pode ver, há muito em jogo.

image_pdfimage_print

Compartilhar controvérsia

Um comentário em “Sedevacantismo em Três Minutos

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.