Mensagem de Monsenhor Daniel Dolan aos católicos de todo o Brasil

Veja abaixo por que e como ajudar o Apostolado de Monsenhor Daniel Dolan no Brasil.

Mensagem de Monsenhor Daniel Dolan aos católicos de todo o Brasil

Laudetur Jesus Christus

Pareceu-me oportuno me apresentar e falar um pouco sobre a ideia da obra que esperamos começar agora, com o auxílio do Imaculado Coração de Maria e do Menino Jesus de Praga, nossos padroeiros, em seu país, o Brasil.

Para muitos, a fé católica tradicional, a resistência à Igreja modernista é ou obra de Fraternidade Sacerdotal São Pio X (FSSPX) ou o que pode ser chamado de grupos Ecclesia Dei, ou da assim-chamada Resistência.

Qual é nossa obra? Por que deveria eu, como bispo dos Estados Unidos, vir ao Brasil e pedir que nos ajudem a fim de receberem a nossa assistência em retorno? Por que isso? Bem, primeiro e sobretudo, antes mesmo de falar de mim, quero lhes falar sobre o que é tão importante hoje, isto é, dizer que a Igreja modernista não é a Igreja Católica.

A Igreja Católica é a Esposa Imaculada de Cristo, Ela é sem mancha, ela nos ensina a verdade e, conforme disse Nosso Senhor na Última Ceia, “Pai, santifica-os na verdade”, este é o papel da Igreja Católica. A Igreja Católica não pode dar a seus filhos falsidade, não pode alimentá-los com veneno, não pode dar-lhes uma missa má, que é sacrílega [e] inválida. Tudo isso é impossível, isso é contra a própria natureza da Igreja.

A Igreja modernista de hoje, com este homem [chamado] Bergoglio, que segura uma vara de bruxa em sua mão, revela assim suas intenções, isto é, deixa tudo muito claro. Se vocês, os fiéis do Brasil, não reagirem contra isso, o que será? Vocês acabarão sendo totalmente absorvidos por esta Igreja falsa e isto significa finalmente ser absorvidos pela obra de Satanás, o demônio. Em tudo isso, eu insisto, há uma certa ligação com o oculto, a bruxaria e outras coisas inacreditáveis.

Não! Você deve salvar sua alma mantendo-se católico, você não deve ter nada a ver com aqueles que querem qualquer tipo de ligação ou regularidade com a religião modernista, pois esta religião não é a de Cristo. Existe uma só Igreja, ela tem quatro notas, que durarão até o fim dos tempos.

Todos aqueles que estão nesses outros movimentos, todos eles, estão comprometidos com a religião nova. Alguns estão abertamente sob a nova religião, tais como os grupos Ecclesia Dei como o Instituto Bom Pasto (IBP) – o Bom Pastor deste grupo certamente não é Nosso Senhor, isso eu posso lhe garantir e essas ovelhas são levadas para a destruição; para muitos o movimento tradicional, entendido apenas como o modo de manter-se católico e ponto, nada mais, é unicamente a obra da Fraternidade São Pio X. Isso é verdade? Não, isso não é verdade.

Deixe-me dar-lhe o meu próprio exemplo. Nasci em 1951, na cidade de Detroit, em Michgan (EUA). Eu cresci sob a antiga religião. Muito embora, quando eu era um pouco maior, as mudanças começaram com Vaticano II, eu fiz minha Primeira Comunhão pouco antes da morte do Papa Pio XII. Lembro-me da antiga Igreja, e das maneiras católicas e da doutrina católica. Eu decidi deixar o seminário modernista. Eu era um monge e estava estudando para o sacerdócio no Seminário Maior de Milwaukee, Wisconsin. Decidi sair porque, pela graça de Deus, entendi que aquela não era a Igreja Católica e eu não queria ser um membro daquela Igreja.

Todos os outros grupos – o que eles desejam fazer? – eles desejam forçá-lo a manter uma conexão com esta maldita e diabólica religião do Vaticano II. Nós a chamamos “Novus Ordo”, um termo maçônico, pois os maçons estão por trás desta nova religião.

Pela graça de Deus eu sai desta nova religião e, na verdade, eu não tinha mais qualquer intenção de buscar o sacerdócio, porque não encontrava mais nenhum modo de me tornar um sacerdote. Então, por meio de um monge beneditino que conhecia, ouvi falar sobre Ecône e o Arcebispo Lefebvre. Eu fui para a Fraternidade São Pio X para ali receber treinamento e especialmente uma ordenação válida. Eu sou muito grato ao mui venerável Arcebispo Lefebvre e àqueles sacerdotes pioneiros e generosos que me auxiliaram em minha preparação ao sacerdócio. Mas, eu digo a você, eu, pela graça de Deus, tinha minha fé católica antes de entrar para a FSSPX, antes de Ecône e ela não dependia deles, eu não a aprendi deles, e quando, infelizmente, poucos anos depois de minha ordenação, o Arcebispo Lefebvre e seus sacerdotes começaram a preparar compromissos para se fazerem conformes ou de acordo com a Igreja falsa do Vaticano II, [comandada por] João Paulo II naquele tempo, um grande herege como ele é; então percebi que deveria sair daquele grupo também. Porque a mesma coisa estava acontecendo de novo e assim eu me tornei um sacerdote independente e eventualmente conheci outros sacerdotes tradicionais, bispos e grupos. Eu fui ordenado pelo Arcebispo Lefebvre em 1976, mas então – depois de ter que sair por causa daquela abordagem perante a Igreja modernista – foi quando um bispo de outro grupo tradicional, cuja linhagem, sucessão apostólica, procede do mui venerável, santo e bom homem, Arcebispo Ngô Đình Thục, pediu-me para me tornar um bispo, especialmente para atender aqueles que tinham saído da FSSPX; isto foi há 25 anos atrás, eu fui sagrado bispo na festa de Santo André.

Fazem vinte cinco anos e tenho minha própria paróquia em Cincinati, Ohio, e mais 15 sacerdotes que trabalham comigo pelo mundo, sacerdotes na Europa, México e América do Sul, pela graça de Deus. E qual é nossa obra? Nossa obra é ajudá-lo a salvar sua alma, ajudá-lo a não ter nenhum compromisso ou conexão – isso é muito importante – com a Igreja modernista, porque tudo isso serve para estabelecer algum tipo de ligação, um gancho em sua alma e com este gancho o demônio vai arrastá-lo de novo para a religião modernista. Para este tipo de coisa, você deve dizer “não”.

Anos atrás, trabalhou comigo um padre do Brasil e ele me ajudou nos Estados Unidos e também em minhas viagens ao México quando eu servi como bispo pela primeira vez. Mas eu nunca pensei que haveria a oportunidade de ir para o Brasil e trabalhar com os católicos de lá para dizer “Sim, ainda é possível ter a Missa e os Sacramentos, a verdadeira fé e, ao mesmo tempo, nenhuma conexão com a religião conciliar, a religião deste maldito Bergoglio, que é um Anticristo.” Esta é a minha mensagem a vocês: “Isto é possível! Deveríamos trabalhar juntos e colaborar.” Estou feliz por hoje estar com Padre Rodrigo, que dirá algumas palavras a você em um momento – e trabalhar considerando a possibilidade de começar um efetivo seminário sacerdotal, para preparar vocações para posteriores estudos filosóficos e teológicos ou no Brasil, ou talvez em nosso seminário em Florida nos Estados Unidos, perto de Tampa. Lá já temos um seminarista do Brasil.

Esta é uma pequena introdução sobre quem sou eu e o que estou fazendo. O que eu considero tão importante e o que insisto novamente é que não temos qualquer vínculo com Bergoglio e a sua igreja herética, pois fazê-lo seria destruir tudo. Seria destruir também a santidade do Santo Sacrifício da Missa fazendo menção, na hora mais santa, do nome deste grande herege e também seria dizer uma mentira, pois – sejamos francos – ninguém, nem mesmo muitos dos pertencente aos grupos Ecclesia Dei e ninguém que segue a Missa tradicional realmente segue a nove religião, eles podem fingir que sim, mas não o fazem. Aqueles que afirmam ter uma conexão ou um respeito ou querem estar associados com Bergoglio, que estão fazendo? Como lefebvristas, eles pensam que vão salvar a Igreja mudando ou corrompendo a doutrina católica. Não! A infalibilidade do Magistério Ordinário, os poderes do Sumo Pontífice, essas coisas são doutrinas católicas, não podemos mudá-las como a FSSPX e a Resistência têm feito. Esses grupos representam um tipo de mitologia, superstição, confusão, divisão. Eles são mais uma seita do que parte da verdadeira Igreja Católica.

E se começamos este pequeno trabalho, por mais humildade que ele seja, isso é para ajudar as pessoas a praticarem sua fé sem qualquer compromisso com todos esses grupos. Eu o convido a entrar em contato conosco, eu o convido a fazer perguntas, eu o convido a trabalhar com nossos sacerdotes no Brasil e ajudar-nos a prosseguir com este grande apostolado neste grande país, certamente o Brasil é um grande país.

Precisamos de sua assistência para que sejamos capazes de realizá-lo. Tenho confiança no Imaculado Coração de Nossa Senhora, que ela deseja que isso aconteça. Vamos simplesmente continuar cumprindo o que é de nosso dever, eu como bispo, os padres como sacerdotes e vocês, fiéis, também devem cumprir o vosso dever, ajudando-nos.

————

Contas para o envio de doações em prol do Apostolado de Monsenhor Daniel Dolan no Brasil:

Banco do Brasil
Titular: Rodrigo Henrique Ribeiro da Silva
Ag 2350-7
Cc 43020-X

Caixa Econômica Federal
Agência 0046
013
Conta POUPANÇA 00026514-7
CPF: 059.864.014-25
Rodrigo Henrique Ribeiro da Silva

E-mail para depósito no PayPal
rodrigomariasajm@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s