O Espírito Santo não tem comunhão com o modernismo

Compartilhar controvérsia

Sermão de Pentecostes, proferido pelo Reverendo Padre Héctor Romero.

O Espírito Santo é o Espírito da Verdade. A comunhão com o erro é inaceitável. Por isso não podemos ser nem carismáticos, nem modernistas; nem devemos admitir comunhão com eles.

O carismatismo, que prega que em toda parte se deve procurar os dons carismáticos, é pecado e leva para um mau caminho, porque em vez de buscar a graça santificante que convém, busca dons que não convém. Além disso, os carismáticos expõe-se a um perigo muito grande, já que de nenhum modo é seguro que o espírito que os guia é de fato o Espírito Santo.

O mesmo que se disse dos carismáticos, aplica-se aos modernistas que os acolheram na religião nova do Vaticano II. Buscam a reconciliação com o mundo, quando na verdade o que deveriam fazer é convertê-lo ao Evangelho. Eis um claro sinal de que pecam e levam os outros ao pecado, eis um claro sinal de que não são guiados pelo Espírito Santo, nem porta-vozes de Cristo Nosso Senhor.

O que é conveniente a todos nós que queremos permanecer fiéis à única Igreja de Jesus Cristo, o que também é um claro sinal da presença do Espírito Santo, é a vida na graça, cultivada sem qualquer ímpia aliança com os inimigos da verdade.

 


Compartilhar controvérsia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.