Janeiro, Mês do Santíssimo Nome de Jesus

O mês de janeiro é consagrado a devoção ao Santíssimo Nome de Jesus. Para incentivar ao máximo essa devoção, tão cara e benéfica aos que amam a Jesus quanto temível e eficaz no combate às blasfêmias dos que não o amam, segue abaixo boa parte do que consta no Calendário Controvérsia Católica 2021 para o mês de janeiro, acrescido de mais alguns salutares exercícios, todos indulgenciados, para a maior honra e glória do Santíssimo Nome de Jesus.

Peço que que adquiram e divulguem o nosso Calendário para que possamos manter o nosso trabalho em promoção da verdadeira e legítima fé católica.

In nómine Jesu omne genu flectátur, cæléstium, terréstrium et infernórum: et omnis lingua confiteátur, quia Dóminus Jesus Christus in glória est Dei Patris. Ao Nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra, e nos infernos, e toda língua confesse que o Senhor Jesus Cristo está na glória de Deus Padre.

(Do Introito da Festa do Santíssimo Nome de Jesus: Filipenses 2,10-11).

Damos honra ao Nome de Jesus, não porque nós acreditamos que haja qualquer poder intrínseco escondido nas letras que o compõem, mas porque o Nome de Jesus nos lembra de todas as bênçãos que recebemos de nosso Santíssimo Redentor. Para dar graças por essas bênçãos, reverenciamos o Santíssimo Nome, assim como honramos a Paixão de Cristo quando adoramos a Sua Cruz (Colvenerius, De festo SS. Nominis, IX).

O Santíssimo Nome de Jesus, quando invocado com confiança, é auxílio nas necessidades corporais, de acordo com a promessa de Cristo em Mc 16,17-18, pelo que foi em Nome de Jesus que os Apóstolos deram força aos coxos (At 3,6; 9,34) e vida aos mortos (At 9,40); é consolo nas provações espirituais, pois o Nome de Jesus faz lembrar ao pecador do pai do filho pródigo, que está pronto para o receber, e do bom samaritano, que o quer socorrer; enquanto ao justo lembra do sofrimento e da morte do inocente Cordeiro de Deus; é proteção contra Satanás e seus ardis, pois o diabo teme o Nome de Jesus, que o venceu na Cruz; enfim, o Santíssimo Nome de Jesus é o meio pelo qual obtemos todas as bênçãos e graças para o tempo e a eternidade, pois Cristo disse: “Se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vô-lo concederá.” (Jo 16,23). Portanto, a Igreja conclui todas as suas orações com as palavras: “Por Nosso Senhor Jesus Cristo”, etc.

Descubramos as nossas cabeças e dobremos nossos joelhos diante do Santíssimo Nome de Jesus. Que Ele esteja à frente de todos os nossos empreendimentos, como o Imperador Justiniano diz em seu livro de leis: “Em Nome de Nosso Senhor Jesus começamos todas as nossas consultas”.

ORAÇÕES E EXERCÍCIOS DE PIEDADE PARA O MÊS DO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

I. PIO EXERCÍCIO

Os fiéis que, durante o mês de janeiro, prestarem um obséquio especial ao Santíssimo Nome de Jesus, obtém:

Indulgência de 7 anos uma vez em qualquer dia do mês;
Indulgência plenária, nas condições habituais, se a mesma reverência for prestada durante o mês inteiro (Breve Ap., 21 dez. 1901; S. Pen. Ap., 2 jan. 1933).

II. INVOCAÇÃO DO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Os fiéis que invocarem o Santíssimo Nome de Jesus devotamente, obtém:

300 dias de indulgência cada vez; 
Indulgência plenária, nas condições habituais, se recitarem o seu Santíssimo Nome devotamente durante um mês inteiro; 
Indulgência plenária, em artigo de morte, aos que durante a vida tiveram o hábito de invocar o seu Santíssimo Nome muitas vezes, caso tenham se confessado e recebido a Santa Comunhão, ou pelo menos estejam contritos, invocando com a boca, se possível, senão com o coração, o Santíssimo Nome, enquanto recebem a morte das mãos de Deus pacientemente, como o estipêndio do pecado (S. C. Indulg., 5 set. 1759 e 10 out. 1904; S. Pen. Ap., 9 dez. 1933).   

III. ORAÇÃO AO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Ó Deus, que constituístes a vosso Filho Unigênito, Salvador do gênero humano, e ordenastes que fosse chamado Jesus, concedei benigno, que, venerando na terra o seu Santo Nome, gozemos também de sua presença no céu. Pelo mesmo Jesus Cristo nosso Senhor. Amém. (do Missal Romano). 

5 anos de indulgência cada vez;
Indulgência plenária, nas condições habituais, desde que essa oração seja recitada devotamente por um mês inteiro (S. Pen. Ap., 22 nov. 1934).

IV. LADAINHA DO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Kýrie, eléison.
Christe, eléison.
Kýrie, eléison.
Iesu, audi nos.
Iesu, exáudi nos.

Pater de cælis, Deus,
miserére nobis.
Fili, Redémptor mundi, Deus,
miserére nobis.
Spíritus Sancte, Deus,
miserére nobis.
Sancta Trínitas, unus Deus,
miserére nobis.

Iesu, Filii Dei vivi,
Iesu, splendor Patris,
Iesu, candor lucis æternæ,
Iesu, Rex gloriæ,
Iesu, sol iustitiæ,
Iesu, Fili Mariæ Virginis,
Iesu amabilis,
Iesu admirabilis,
Iesu, Deus fortis,
Iesu, pater futuri sæculi,
Iesu, magni consilii angele,
Iesu potentissime,
Iesu patientissime,
Iesu obedientissime,
Iesu, mitis et humilis corde,
Iesu, amator castitatis,
Iesu, amator noster,
Iesu, Deus pacis,
Iesu, auctor vitæ,
Iesu, exemplar virtutum,
Iesu, zelator animarum,
Iesu, Deus noster,
Iesu, refugium nostrum,
Iesu, pater pauperum,
Iesu, thesaure fidelium,
Iesu, bone pastor,
Iesu, lux vera,
Iesu, sapientia æterna,
Iesu, bonitas infinita,
Iesu, via et vita nostra,
Iesu, gaudium Angelorum,
Iesu, rex Patriarcharum,
Iesu, magister Apostolorum,
Iesu, doctor Evangelistarum,
Iesu, fortitudo Martyrum,
Iesu, lumen Confessorum,
Iesu, puritas Virginum,
Iesu, corona sanctorum omnium,

Propitius esto; parce nobis, Iesu.
Propitius esto; exaudi nos, Iesu.

Ab omni malo, libera-nos, Iesu.
Ab omni peccato,
Ab ira tua,
Ab insidiis diaboli,
A spiritu fornicátionis,
A morte perpetua,
A neglectu inspirationum tuarum,
Per mysterium sanctæ incarnationis tuæ,
Per nativitatem tuam,
Per infantiam tuam,
Per divinissimam vitam tuam,
Per labores tuos,
Per agoniam et passionem tuam,
Per crucem et derelictionem tuam,
Per languores tuos,
Per mortem et sepulturam tuam,
Per resurrectionem tuam,
Per ascensionem tuam,
Per sanctissimæ Eucharistiæ institutionem tuam,
Per gaudia tua,
Per gloriam tuam,

Agnus Dei, qui tollis peccáta mundi,
parce nobis, Iesu.
Agnus Dei, qui tollis peccáta mundi,
exáudi nos, Iesu.
Agnus Dei, qui tollis peccáta mundi,
miserére nobis, Iesu.

Iesu, audi nos.
Iesu, exáudi nos.

Orémus.

Domine Iesu Christi, qui dixisti: Petite, et accipietis; quærite, et invenietis; pulsate, et aperietur vobis; quæsumus, da nobis, petentibus, divinissimi tui amoris affectum, ut te todo corde, ore et opere diligamus et a tua nunquam laude cessemus.

Sancti nominis tui, Domine, timorem pariter et amorem fac nos habere perpetuum; quia nunquam tua gubernatione destituis, quos in soliditate tuæ dilectionis instituis. Qui vivis et regnas in sæcula sæculorum.

Amen.

7 anos de indulgência cada vez; 
Indulgência plenária, nas condições habituais, se a ladainha com a oração for recitada devotamente por um mês inteiro (S. C. Indulg., 16 jan. 1886; S. Pen. Ap., 2 jan. 1933).

V. HINO AO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Jesu dulcis memoria
dans vera cordis gaudia:
sed super mel et omnia
ejus dulcis praesentia.

Nil canitur suavius,
nil auditur jucundius,
nil cogitatur dulcius,
quam Jesus Dei Filius.

Jesu, spes paenitentibus,
quam pius es petentibus!
quam bonus te quaerentibus!
sed quid invenientibus?

Nec lingua valet dicere,
nec littera exprimere:
expertus potest credere,
quid sit Jesum diligere.

Sis, Jesu, nostrum gaudium,
qui es futurus praemium:
sit nostra in te gloria,
per cuncta semper saecula. Amen.

5 anos de indulgência cada vez;
Indulgência plenária, nas condições habituais, desde que a recitação pia do hino, realizada quotidianamente, suceda por um mês inteiro (S. C. Indulg., 13 jun. 1815; S. Penit. Ap., 21 mai. 1935).

Um comentário em “Janeiro, Mês do Santíssimo Nome de Jesus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s