O Santíssimo Sacramento da Eucaristia

Compartilhar controvérsia

10.ª Lição de Catecismo da Doutrina Cristã: O Santíssimo Sacramento da Eucaristia.

Lembre-se de revisar a lição sobre os Sacramentos em geral, assim como a lição sobre o Sacramento da Confirmação.

I. Este Sacramento é o próprio Jesus Cristo, presente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade sob as espécies ou aparências de pão e vinho, para ser o alimento de nossa alma e o sacrifício da nova lei.

II. É chamado Santíssimo Sacramento, porque é mais digno do que os outros Sacramentos e porque é o bem mais precioso, maravilhoso, eficaz e salutar que a Igreja possui. Chama-se também Eucaristia, que significa boa graça ou ação de graças. Boa graça, porque a graça das graças é a vida eterna significada por este Sacramento e também porque contém o autor e fonte de toda graça, Nosso Senhor Jesus Cristo. Ação de graças, porque nos traz a doce memória dos maiores benefícios que Deus nos fez, levando-nos a render graças a Deus, como fez o próprio Jesus Cristo. É chamado ainda de Comunhão, porque neste Sacramento, Cristo nos une a si. Viático é outro nome dado a Eucaristia, pois é alimento dos viajantes e peregrinos que caminham para a vida eterna, razão pela qual é dada aos fiéis que estão por morrer. Há ainda muitos outros nomes que procuram dizer algo da inefável excelência deste Sacramento.

III. A matéria deste Sacramento é pão de trigo e vinho de uva, o qual é misturado com uma pequena quantidade de água. A forma são as palavras de consagração ditas pelo sacerdote, que é o ministro da Eucaristia. Quando o  padre diz essas palavras de consagração, toda substância do pão se muda no Corpo de Nosso Senhor e toda substância do vinha se muda no seu preciosíssimo Sangue. Não é mais pão, não é mais vinho, o que temos é Cristo todo inteiro sob as espécies ou aparências de pão e vinho.

IV. Essa admirável mudança de substância se chama transubstanciação. Foi exatamente isso que Nosso Senhor instituiu e realizou quando disse “Isto é o meu Corpo… Isto é o meu Sangue”. A carne de Cristo é verdadeiramente comida, seu sangue é verdadeiramente bebida, Nosso Senhor todo inteiro se encontra em ambas as espécies de pão e do vinho para nos servir de alimento para a vida eterna.

V. O Sacramento da Eucaristia significa três coisas. Uma diz respeito a um evento passado, trata-se da paixão de Cristo que se realiza no Sacrifício incruento da Santa Missa; outra diz respeito ao presente, a Eucaristia significa a graça divina que nutre e sustenta a alma com a graça santificante. Por fim, significa algo do futuro, ela é o penhor da glória, uma prefiguração da vida eterna.

VI. Os principais efeitos que a Eucaristia produz são os seguintes: 1.º conserva e aumenta a vida da alma, que é a graça, do mesmo modo que o alimento corporal sustenta a vida do corpo; 2.º perdoa os pecados veniais e livra dos pecados mortais; 3.º produz a consolação espiritual.

VII. Para comungar dignamente é preciso: 1.º estar em estado de graça; 2.º fazer o jejum eucarístico, isto é, não consumir alimentos sólidos por pelo menos três horas antes da comunhão, nem líquidos uma hora antes, salvo quando for necessário o consumo de água e remédios; 3.º saber o que vai receber, apresentando-se para comungar com devoção e modéstia tanto interior (com recolhimento e humildade de espírito) quanto exterior (vestindo-se com decência e sem ostentação). Quem sabe o que irá receber também deve preparar-se bem para a comunhão e depois fazer a devida ação de graças. É coisa muito boa e útil comungar com frequência, todo o católico deve comungar pelo menos uma vez ao ano pelo tempo da Páscoa. As crianças podem receber esse Santíssimo Sacramento logo que tiverem as disposições devidas.

VIII. A Santa Missa é o sacrifício do Corpo e Sangue de Cristo em nossos altares, debaixo das espécies do pão e vinho, em memória do sacrifício da cruz. É o mesmo sacrifício do Calvário, com a diferença que este é feito sem o derramamento de Sangue (de forma incruenta) e não merece pelos pecados de todos, mas simplesmente aplica os méritos da paixão de Nosso Senhor.

IX. O Santo Sacrifício da Missa se oferece a Deus por quatro fins: 1.º prestar-lhe a devida honra; 2.º dar-lhe graças pelos seus benefícios; 3.º satisfazer pelos nossos pecados; 4.º obter o favor divino, ou seja, alcançar as graças que necessitamos para alcançar a vida eterna.

X. É coisa muito boa e útil assistir a Santa Missa todos os dias, porém o preceito obriga todo cristão a assisti-la inteira aos domingos e festas de guarda. Para assistir a Santa Missa com fruto o cristão deve pensar em Deus, na Paixão de Nosso Senhor e recitar orações piedosas.


Compartilhar controvérsia

2 comentários em “O Santíssimo Sacramento da Eucaristia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.